Paróquia de Palhais/Santo António

Promessas no Agrupamento

A Igreja Paroquial de Palhais acolheu este domingo, dia 15 de maio, as promessas solenes do Agrupamento de Escuteiros 586, num total de 22 escuteiros que cumpriram mais uma etapa do seu percurso.

Após terem concluído com sucesso um conjunto de provas que testemunham o seu progresso, os vários jovens aderiram ao Corpo Nacional de Escutas pela primeira vez ou numa nova Secção.

Como em todos os cerimoniais de Promessa, este foi precedido de uma Velada de Armas na véspera, pelas 21h00. Esta Vigília de Oração, inspirada nas Obras de Misericórdia, constituiu a derradeira preparação e reflexão para o compromisso.

A Eucaristia das Promessas, presidida pelo Pároco, foi um momento vivido com grande alegria por todos. Em celebração de Pentecostes, o P. Tiago pediu aos jovens para estarem “sempre alerta, pois o Espírito anda a soprar e quer viver no Agrupamento, em cada jovem corajoso que Lhe diz ‘sim’”. Na breve homilia que proferiu durante a Eucaristia, o Padre recordou o importante papel do Agrupamento na formação da juventude e na promoção dos valores humanos e cristãos, “que deve olhar para o exemplo de alguns santos que foram escuteiros ‘sem lenço, sem insígnias e sem boina’ como Francisco de Assis, Nuno de Santa Maria ou São Paulo”.

Após a Eucaristia, foi tempo da tradicional receção “à lençada” de todo o Agrupamento aos novos lobitos, exploradores, pioneiros e caminheiros.

A tarde continuou com o almoço e convívio entre os jovens, pais e colaboradores. No final, os Escuteiros apresentaram vários sketches relacionados com as Obras de Misericórdia.

Paulo Soares, Chefe do Agrupamento, afirmou estar muito satisfeito com este momento do Agrupamento pois “é ótimo ver os mais novos a crescer e a atingir os objetivos aos quais se propuseram”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email